17 de ago de 2012

Em 2012 e parece que o tempo parou

Conhecer novos  lugares, ampliar horizontes,  ter acesso a uma nova paisagem. Deveria ser direito de todo cidadão do mundo. A cada esquina um novo lugar, aromas inesquecíveis, ruídos  estranhos. A vida passa na velocidade que giramos em torno do sol, e nem sentimos, literalmente na velocidade da Luz em relação as  galaxias, e em alguns casos a impressão que temos  é que a vida ainda esta envelhecendo  lentamente, mesmo que  o entorno esteja pulsando na cadencia das grandes metrópoles, um canto aqui outro ali reina a calma de um passeio por vielas estreitas...

Postar um comentário